15 Maio 2024
Presentación del Festival de Mérida en Lisboa

A Conselheira regional da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos da Junta da Extremadura, Victoria Bazaga, sublinhou o orgulho de todos os extremenhos por acolherem e fazerem parte de "um festival pioneiro" que chega a todos os públicos e a todos os cantos. A afirmação foi feita durante a apresentação da 70ª edição do Festival Internacional de Teatro Clássico de Mérida, que decorreu esta terça-feira no emblemático Museu de Lisboa - Teatro Romano, na presença do diretor do Festival, Jesús Cimarro, e do presidente da Câmara Municipal de Mérida, Antonio Rodríguez Osuna. Também estiveram presentes Lídia Fernandes, coordenadora do Museu do Teatro Romano de Lisboa, e outras autoridades como o Ministro Conselheiro e Encarregado de Negócios da Embaixada de Espanha em Lisboa, Alfonso López Perona; Victoria González Bueno, Cônsul Geral de Espanha; e Iñaki Abad, Diretor do Instituto Cervantes de Lisboa; entre outros.

Durante a apresentação, Jesús Cimarro apresentou o programa da 70ª edição do festival e o programa de actividades complementares. Anunciou também a exposição "Elas Falam", que estará patente no Museu de Lisboa a partir de setembro, no âmbito da programação da Mostra Espanha. O objetivo desta exposição é dar a conhecer a presença das mulheres romanas em Augusta Emérita através da riqueza e variedade dos materiais arqueológicos de Augusta Emérita.

Nesta linha, sublinhou o compromisso do Festival de Mérida de reforçar e intensificar as relações com Portugal e de conseguir uma maior presença das artes cénicas portuguesas em futuras edições. Com esta apresentação, o Festival de Mérida reforça a sua vocação internacional, que será continuada na apresentação que o Festival realizará no Instituto Cervantes de Nova Iorque no próximo dia 19 de junho. O programa do 70º Festival de Mérida incluirá mais de 140 espectáculos, com nove peças no Teatro Romano, sete no Teatro María Luisa, e outras sete nas extensões de Madrid, Medellín, Regina e Cáparra.